Widget

Free Web Counter

Review: Disturbed no Brasil


O Disturbed tocou no Brasil nessa ultima terça-feira (23/08), e o pessoal Disturbed Brasil estava lá. O show aconteceu em São Bernardo do Campo, São Paulo, no Espaço Lux, infelizmente, os primeiros problemas começaram com a passagem de som, que deveria ter ocorrido antes das 20:00 e atrasou devido a um problema no sistema elétrico da casa que não era totalmente compatível com a aparelhagem da banda, levando a passagem a acontecer apenas às 21:30, o que desencadeou uma seqüência de atrasos. A abertura das portas estava marcada para às 20:00, mas aconteceu apenas às 22:00 e o show que deveria começar às 22:00, teve início apenas às 23:00.

Ao contrário do que muitos fãs esperavam, o show iniciou com "Prayer", e não com "Remnants" seguida de "Asylum", ambas as músicas foram removidas do setlist devido à ausência de um telão que possibilitasse a passagem do vídeo que a banda geralmente roda junto com a faixa título do último álbum. Para felicidade de muitos, "Striken" voltou para o setlist, e ainda rolou um medley de "Fear", "Meaning of Life", "Numb" e "Voices". Um dos momentos de maior interação com o público, provavelmente foi na música "10,000 Fists", onde o vocalista, David Draiman, instigou o publico a levantar os punhos para o ar, como fala a letra da música.

 Apesar disso, David não aparentou tanta interação com o público quanto baixista John Moyer, que em diversas vezes apontou e brincou com as pessoas na platéia, assim como o guitarrista Dan Donegan que posou para que os fãs pudessem tirar fotos dele tocando, e por diversas vezes fez o sinal de metal, apontou e mostrou a língua para o público, em especial as mulheres da platéia.

Já o baterista Mike Wengren, teve seu momento de glória no bis, que assim como nos últimos shows teve um solo de bateria logo após "Indestructible", no meio do solo o baterista levantou e sinalizou para o público bater palmas, esse por suas vez além das palmas, gritou em coro: "Mike, Mike…".

Então a banda inteira voltou para a última música do show, "Down With the Sickness", provavelmente a música que teve mais colaboração do público, que cantou e pulou junto. Felizmente, para todos que estavam lá dentro, o show foi bem tranquilo segundo a segurança do evento, apenas duas pessoas foram retiradas e ninguém foi gravemente ferido.

Após o show alguns fãs sorteados pela produtora tiveram direito a um Meet & Greet com a banda, que inicialmente ocorreria antes do show, mas foi mais uma das coisas que sofreu mudanças devido aos atrasos. No Meet & Greet a produção brasileira do show usou toda a sua “ simpatia” para organizar os fãs em uma fila onde a banda passaria distribuindo autógrafos e depois voltaria tirando fotos. Cada fã ganhou uma foto para que a banda pudesse autografar, além disso eles também autografaram encartes e até mesmo braços (para tatuagem). Cada um teve direito a apenas uma foto com a banda inteira, que foram tiradas pelo Jason (chefe de segurança do Disturbed).

Após o fechamento da casa, alguns fãs mais pacientes, que não haviam estado do Meet & Greet, tiveram sua recompensa por esperar, a banda saiu e tirou algumas fotos e deu alguns autógrafos no estacionamento do lugar, e ainda houveram aqueles que resolveram encontrar a banda no aeroporto no dia seguinte.


Nós da equipe New Metal 4U, agradecemos aos nossos parceiros do Disturbed Brasil pela review do show.


Fotos por: Renan Facciolo


1 comentários: